Festivais de Jardins

Cidades e regiões que (se) promovem (com) jardins

1º Festival de Jardins de Ponte de Lima, 2005

Abertura do 3º Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima, na próxima sexta-feira, dia 25 de Maio, pelas 12,00 horas

Em Mirandela, Semana do Jardim e da Biodiversidade (21 a 25 de Maio)

E aí vão mais 7:

  1. O de Chaumont, abriu a 28 de Abril, vai na 16ª edição. Foi pioneiro neste tipo de festivais, inspirou o de Ponte-de-Lima, o de Métis, o de Westonbirt e, provavelmente, outros. Estivemos lá em 93 e 99 e...valeu bem a estada.
  2. No Canadá, em Métis (23 de Junho a 30 de Setembro), 8ª edição.
  3. O de Bordeaux, vai na 6ª edição, de 26.05 a 3.06.
  4. O "Jardins ... à suivre", 4ª edição, na região da fronteira França/Bélgica/Lux. Financiado pela UE. No quadro da "Luxemburgo e Grande Região - Capital da Cultura 2007"
  5. Em Bilbau, 1º Festival de Jardins de 4 de Junho a 5 de Agosto
  6. Na Irlanda, um festival durante um fim de semana em que jardins privados são abertos ao público com visitas guiadas e seminários
  7. Em Springfields... sem Simpsons. Neste caso, mais do que um festival de jardins, é um outlet, parque de atracções, shopping,..

    e ainda (ou, e sobretudo) :

Em Singapura....o de 2006 já foi. Foi o 1º, para o ano há mais. Quer ser o Top dos Tropicos e está "metido" com mudanças grandes na cidade, entre elas 3 novos parques junto à baía. Mais informação Wiki

6 comentários:

lupussignatus disse...

Eis uma excelente forma de promover o território...e a sensibilidade ambiental dos cidadãos!

É o chamado dois em um...

Jardinando disse...

é verdade, uma ideia florescente e que tem contribuído para a evolução na concepção de jardins. E também prova que há potenciais para outros turismos só à espera de serem aproveitados (em Chaumont, começou-se com 60.000 visitantes em 1992, em 2001 já íam em 163.000...)

h disse...

já tinha ouvido falar nestes festivais, mas nunca fui a nenhum...fiquei curiosa, aquela 1ª imagem, descontextualizada e fora de escala, está muito fixe! Imagina as sebes como edifícios...!

Tb gostava de ir ver a conferência da Zaha Adid, inserida na Trienal de Arquitectura...très cher e já esgotou!

Jardinando disse...

Ao de Ponte de Lima fui em 2005. Vale a pena, muito mais barato que as conferências (!!!), talvez lhe fizesse falta mais espaço. A cidade é bonita. O de Chaumont vale bem a ida, têm os pequenos jardins bem isolados, com ideias boas, bem realizadas e que dão gozo ver.
Por falar em trienal dos vazios, daqui a uns dias vou deixar aqui muitas fotos a propósito.

Coca disse...

Gostei muito destas jardinagens urbanas e da informação que trazem. E agradeço a inclusão da Coca na sua lista, que me honra. O gesto, com sinceridade, será retribuido. Quanto ao pulmão verde do AC, também acho que é um bom tópico de discussão, mas confesso que ainda estou a refletir. Um abraço.

Anónimo disse...

Boas
Eu visitei o de Ponte de Lima no fim de semana passado e gostei muito. Incrível como a imaginação dos criadores deu a volta ao tema do Lixo na Arte dos Jardins.
Passem por lá pois não darão o vosso tempo por perdido.